top of page

Reiki Voluntário

Você já realizou algum trabalho voluntário?





Sabe esse pessoal da foto ai em cima? É uma galera de muita luz que tenho o prazer de realizar um trabalho voluntário.


Você já fez algum?


O trabalho que realizo é voltado para o espiritual, porém existem vários formas, meu esposo Lucio, por exemplo, trabalha com a terra em uma ONG voltada para crianças e adolescentes auxiliando nos estudos e no processo de ingresso a Universidades ou Ensino Técnico.


Por experiência posso te dizer que é simplesmente incrível e muitíssimo gratificante realizar estes trabalhos. No meu caso ver pessoas chegarem com os semblantes pesados, tristes e saírem bem, relaxadas, sem aquele peso que carregavam nas costas, muitas pessoas carregam peso há anos e neste trabalho se abrem e liberam essas emoções contidas em seus corações, aliviando e tranquilizando.


Não tem experiência mais gratificante quando ouço que esta melhor, quando vemos nos olhos uma mudança, uma alegria, o sentimento de paz.


Eu realizo desde 2013 trabalhos voluntários, contudo em 2019 decidi abrir as portas do meu espaço para levar esta energia maravilhosa que é o Reiki. Eu já ministrava aulas de Reiki, e alguns alunos colocaram a intenção de realizar este trabalho. E assim tudo começou.


Os alunos foram chegando, estudando, porém sentiam necessidade de treinar, trocar e doar esta linda energia, assim como os conhecimentos adquiridos. Com isso, a vontade de um trabalho voluntário foi intensificando em meu ser, unido a vontade de alguns alunos, iniciamos o trabalho de aplicação de Reiki aqueles que nos procuravam uma vez por mês e seguimos assim por 1 ano.


Eu disponibilizei meu espaço mas, só tinha uma maca, Camila uma aluna querida trouxe outra maca emprestada do irmão. Vocês não sabem como era difícil subir esta maca todo mês, pois é de ferro, pesado, e no espaço antigo eram 2 lances de escadas, ufa, nada nos impediria de iniciar este lindo trabalho. Posteriormente a recebemos como doação, facilitando todo o processo.


Talvez, alguns digam que este trabalho poderia ser realizado em uma esteira, em uma cadeira, ao ar livre, enfim, diversas são as possibilidades, e sim, todas são verdadeiras, porém, eu só sabia que precisava ser no meu espaço, e o que mais importava para nos era começar e emanar luz aqueles que nos procuravam.


Os atendimentos eram rápidos de 15 minutos, e estes eram poderoso e de muita luz, atendíamos em média 30 pessoas em 2 horas, era bem intenso e delicioso. Em meu espaço antes da egrégora que se formou no plano físico, já existia a do plano espiritual e aqui demos os primeiros passos.


Não esperávamos a pandemia, com ela precisamos nos readaptar, os atendimentos presenciais foram cancelados e uma nossa necessidade se fez presente. O medo era evidente e desequilibrava muitas pessoas, então, criamos um grupo, e nele circulávamos uma lista, onde de nossas casas emanávamos luz, enviávamos a energia Reiki ou orações a distância.


Com o passar dos meses, ainda na pandemia, o plano espiritual nos apresentou a necessidade de ajudarmos aqueles que precisam de apoio espiritual maior. Aqui uma nova etapa se iniciava e de verdade? Eu nem tinha me dado conta, aliás acho que até hoje não nos damos conta da grandeza deste trabalho.


Nesta nova fase eu e minha irmã de alma Simone Carrion a quem sou eternamente grata iniciamos uma nova fase. Começamos com uma pessoa á distância, e hoje atendemos em média 18 pessoas presencialmente e na casa de 40 a distância. Estes atendimentos estão além do Reiki e fundamos o Núcleo Espiritualista Kailash Buddhi, pequenos em tamanho, imensos em luz.


Não consigo descrever a imensidão e importância deste trabalho e muito menos a gratidão que sentimos toda semana. Nada disso seria possível sem esta egrégora e sem aqueles que nos procuram permitindo realizarmos uma parte do que combinamos no plano espiritual.


Uns chamam de dom, eu não penso assim, penso que me comprometi sim para minha evolução, e com certeza, se estamos neste plano, significa que temos muito a aprender, que não somos vítimas de nada, que nesta escola somos repetentes, e que o Criador nosso pai maior em sua infinita benevolência, misericórdia e amor nos permite de novo, de novo, de novo, e quantas vezes forem necessárias repetir nossos aprendizados, dar um passo de cada vez, rumo a nossa evolução como ser.


Aprendi que somente o amor cura, de coração espero que um dia esta certeza brote em ti.


Namastê.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page