top of page

Setembro amarelo


Estamos doentes por isso, Setembro amarelo é o mês em que ações de saúde mental são realizadas mais intensamente contribuindo para a prevenção e cuidados dos distúrbios voltados as questões emocionais e mentais que veem afetando a muitas pessoas ao redor do mundo.


Sim, estamos doentes, e aqui não estamos falando apenas de “doenças mentais”, mas também de doenças emocionais, além das dores e das doenças já instaladas em nosso próprio corpo físico.


E por isso, neste período acontece a maior campanha de saúde mental, contudo é um tema trabalhado o ano todo.


É muito importante cuidarmos da nossa saúde mental e emocional. Pessoas mentalmente saudáveis estão bem consigo mesmas, assim como, com aqueles que se relacionam, aceitam as exigências da vida, os aprendizados, os tropeços, e os revés, reconhecem suas emoções e sabem lidar com elas, principalmente com as desagradáveis, reconhecem seus limites e buscam ajuda quando precisam.


Entenderam agora porque eu disse que estamos doentes? Quantas pessoas vocês conhecem que lidam bem com o que acontece em sua vida? Quantas pessoas sofrem de distúrbios como ansiedade e depressão?


Tudo isso acontece por falta de amor próprio e falta de autoconhecimento, pois quando nos conhecemos sabemos respeitar nossos limites, conseguimos avaliar se o ocorrido que tanto nos machucou é realmente tão forte, se é isso que realmente importa, ou ainda, o por que de darmos tanta importância para aquilo.


Entendam, muitas vezes fazemos tempestade em um copo de água, e isso ocorre porque é assim que sabemos reagir, porque aquilo nos incomoda muito, e esta tudo bem. O que não é legal é não entendermos por que reagimos assim, e mais, por que não fazemos nada para liberar estes sentimentos e mudar isso dentro de nós.


Nós vivemos no passado remoendo tudo aquilo que vivemos e isso nos faz muito mal, pois, espaço tempo é uma denominação da terceira dimensão, sendo assim, passado, presente e futuro acontecem ao mesmo tempo, e é aí que está a chave da questão, o autoconhecimento.


Quando eu não me conheço, não tento conhecer, e não entendo como isso funciona, eu vivo no passado, eu o revivo a cada momento, e isso acontece como se estivesse acontecendo de novo, e de novo, como um looping, reforçando o sentimento e o ocorrido em nosso mental.


Desta forma, enquanto não sairmos do ciclo de repetição que nós mesmos criamos, o sofrimento apenas será intensificado. Por isso, é fundamental o auto conhecimento, entender como isso reverbera em ti e mudar isso, quebrando o ciclo e assim levando a vida a um outro patamar de fluidez, além da sensação maravilhosa de liberdade.


Eu vibro para que estas linhas toquem o coração de cada um e que possam buscar se conhecer, esse conhecimento é constante e maravilhoso.


Você tem ideia de como és incrível?


Basta olhar para si com amor.


Namastê

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page